26 abril 2013

no alarms


Te chamei pra um café mês passado.
Tu não pode ir.

Te chamei pra uma cerveja essa semana.
Tu tinhas compromisso.

Te chamei pra qualquer-coisa-um-filme-um-papo-um-giro-por-aí.
"Vou viajar amanhã", tu disseste. "Quero ir de avião, olhar as nuvens. Nos vemos depois?"

Eu disse sim.

Comprei todas as vagas do avião, pro destino que você queria ir, pra ver se assim nós nos esbarrávamos por aí.

Tu foste de trem.

4 comentários:

Julhy Van Den Berg disse...

Awn, gostei muito.
Amando o fato que vocês voltaram a postar aqui :D

Ágda Santos disse...

Vous avez écrit pour moi et j'étais muet. Je suis désolé.

Cora disse...

ê trem bão, pro fujão!

Pamela disse...

É ):