19 julho 2011

Tresloucada

E se o tempo que eu tiver for só esse aqui? O agora, o hoje? Isso não tornaria meus desejos imediatos os prioritários?
Meu status atual é: topo o que meu espírito quiser.
E eu te digo logo, ele está porraloca, o meu espírito. Parecendo até um personagem de Angeli.
Não aceita que eu volte pra casa antes que amanheça o dia e muito menos qualquer tipo de preocupação.
Me proíbe de fazer listas, programações ou planejamentos.
De doze em doze horas, injeta em minhas veias uma vontade incontrolável de pegar a estrada, pular os muros, saltar dos galhos.
E se meu espírito sou eu, então é isso o que eu quero.
Subir a serra, saltar de para-quedas, dormir bêbada, acordar bêbada, não me sentir sozinha, comer demais, não dormir, dormir demais.
Agarrar ainda mais os cobertores com a chuva fina da manhã e me embebedar com o calor do sol pela tarde. Enrugar os dedos por ficar tempo demais submersa e depois sair pra refrescar a garganta seca com esses líquidos borbulhantes das garrafas verdes.
Tudo. Eu quero t-u-d-o.

Que venham os dias quentes, as noites frias, pessoas esquisitas em festas estranhas, abraços, amassos e tudo o que tiver de vir.
Eu topo.


Um, dois, três e... .

6 comentários:

Julhy Van Den Berg disse...

"Meu status atual é: topo o que meu espírito quiser.
E eu te digo logo, ele está porraloca, o meu espírito. "

Eu adorei esse texto! Tipo muito! hahah
parabéns.

"Que venham os dias quentes, as noites frias, pessoas esquisitas em festas estranhas, abraços, amassos e tudo o que tiver de vir.
Eu topo."

zil disse...

Bem-vinda ao hospício, minha querida! Nesse estado de torpor/paixão/T ou status de coração, somos todas loucas e loucos uns pelos outros. Sintonia absoluta e absurda com "parênte" e "nota de rodapé". Que coisa mais linda! bjsss

Ágda disse...

Dá vontade até de voar depois desse texto. Trilouco.

Mas sabe, o espírito tem fases... Toma conta dele direito. Dormir não é o único sossego.

Lorena Gonzalez disse...

"Que venham os dias quentes, as noites frias, pessoas esquisitas em festas estranhas, abraços, amassos e tudo o que tiver de vir.
Eu topo."

se você precisar de companhia me chame, porque, vou te dizer, estava eu aqui num estado louco de preguiça de viver, até eu ler seu texto...
muito bom

Tehany disse...

Cherry, tá espertinha voce!
Really!kkkkk

Poucos me encantam com demasiada virtude.
Parabéns pelas letras, sao livres, leves, belas, profundas!

Au Revoir

tiozinho da sukita disse...

Eu gosto das sensações que o mundo oferece. Você também, parece. Vamos lá, sempre tem uma esquina pra virar. E a destinação? A gente chega lá, esquente não... :)