08 julho 2011

"É pr'amanhã"

Desde pequena sempre me perguntei sobre várias coisas. Por exemplo: Por que criamos o tempo?
Algumas pessoas me respondiam que era pra sermos mais organizados. Outras me responderam que não criamos o tempo, é ele que nos cria.
As duas tem certa razão. Mas não sou nada organizada tendo o tempo ao meu lado ou não.
Fica esse maldito desejo de liberdade querendo se fazer dono de mim, tirando-me do sério, da linha, dos trilhos, das horas regulares de sono, do horário certo de comer, desrespeitando prazos, ignorando os descontos que virão no meu salário por não ser assídua...
E acredito ser isso que me dá a sensação de correria, afobação, quase um pire-paque no coração.
Ledo engano, era tudo culpa da procrastinação. Essa danada que eu abraço todos os dias mesmo sem perceber e que à noitinha sempre paga uma cervejinha pra nós no bar da esquina.
Hoje de manhã perguntaram-me como consigo viver assim: sempre deixando pra cima da hora, por vezes não conseguindo, outras por pura sorte. E simplesmente respondi que é assim que sou feliz. Mesmo quando a pilha de deveres parece ser mais alta do que eu.
Sem prazos, sem horários, sem qualquer coisa que se torne dona de mim. Afinal, nem eu me pertenço.
Já ouviram a canção do António Variações "É pr'amanhã"? Foi feita para os procrastinadores, sem dúvida! Bah tchê, escutem!


4 comentários:

Nathy. disse...

Nossas palavras e pensamentos sempre conectados.

Amo vc.

Daniel Lira disse...

ótimo!! Adorei! Eu também adoro dar uns abrações nessa tal de procrastinação. É tão bom de abraçar, né?

Puma Azul disse...

Legal essa idéia de que o tempo é uma invenção do homem, eu concordo plenamente. Esses dias, lendo um livro do Deepak Chopra, eu encontrei outa definição que colocou em Xeque: dizia que o tempo é a cola que o amor usa pra que a gente consiga processar as possibilidades infinitas de tudo que existe (alguma coisa assim).É como se "tudo" fosse demais pra se entender num mesmo instante, então, o tempo ia organizando, gradativamente, pra a gente não pirar... gostei, fez algum sentido pra mim. Agora, procrastinação??? Esse povo da Administração nunca ouviu falar de "ócio criativo"??? Sorria, e adote a campanha: "Precisamos de mais poetas".
Bjs.

Senna disse...

Tentando me adaptar à organização!